terça-feira, 26 de novembro de 2013

FALTA D'ÁGUA PELO EXCESSO DE CHUVAS

COMUNICADO

Comunico aos clientes do SAAE, que em virtude das fortes chuvas dos últimos dias as águas nos mananciais vêm sendo prejudicado pelo excesso de barro escoado no entorno da captação. Tal situação provoca paralização parcial nas Estações de Tratamento, gerando o desconforto de  interrupção do abastecimento, procedimento necessário para não contaminar todo sistema de distribuição.
Esclareço ainda que a situação é um fenômeno natural e comum na época de chuva intensa.
Diante da situação, solicito aos clientes que economizem água até que o volume de chuvas se estabilize em níveis adequados de tratamento.
 
Casimiro de Abreu, 26 de novembro de 2013. 


ELIEZER CRISPIM PINTO
Vereador (licenciado)
Presidente do SAAE



quinta-feira, 17 de outubro de 2013

CUIDAR DA ÁGUA E ESGOTO, UMA MISSÃO DESAFIADORA!


Na próxima semana, dia 22 de outubro, assumiremos uma nova missão pelo município de Casimiro de Abreu, quando estaremos licenciando da Câmara Municipal para presidir a autarquia municipal de tratamento de água e esgoto, o SAAE (Serviços Autônomo de Água e Esgoto).


O convite do executivo se deu pela nossa experiência como profissional de administração, pós graduando em gestão pública, além do vasto currículo na área. Licenciar-se do mandato representa a confiança no nosso trabalho e a convicção de que, enquanto cidadão Casimirense, quero também o melhor para nosso município.

Aceitar a missão de comandar uma autarquia municipal responsável pelo tratamento de 100% do esgoto e quase 70% do abastecimento da água, é reconhecer uma causa nobre que merece nossa dedicação e respeito a todos os Casimirenses. Este desafio nos traz a realidade dos principais problemas de abastecimento de água e tratamento de esgoto que precisam constar na prioridade de ação do governo e na agenda política. 


Recorrentemente só nos deparamos com a importância do fornecimento contínuo desses serviços públicos, quando falta em nossas torneiras ou quando o esgoto se mostra em nossos pés e/ou seu odor flui em nossas narinas. Água e esgoto tratado é qualidade de vida e questão de saúde pública! Alguém duvida disso?

Na condição de vereador licenciado continuaremos trabalhando pelas causas de interesse e relevância do município, como sempre fiz, mesmo quando não tinha mandato algum, porém agora estarei numa condição mais próxima do executivo, sem perder minhas convicções. Entendo que a missão de vereador não pode ser confundida com emprego ou oportunismo, mas sim, como opção democrática de referendo público compartilhado com todos os demais candidatos do partido que elegeram os membros dos poderes Executivo e legislativo. Cada voto dado a mim e aos demais candidatos segue pela representação partidária e proposta de governo que levará os mais votados a defender os interesses coletivos. Esta manifestação, na forma de voto, é legítima, independente de onde eles atuem, seja no Executivo ou no Legislativo. As nossas convicções são que todos que se colocaram como candidatos são importantes no processo, tanto os eleitos, como os não eleitos e assim têm legitimidade de representação, pois um mandato de vereador, prefeito, deputado, senador ou presidente, não é emprego temporário ou eterno, e sim, uma missão partidária no exercício de cidadania que ao longo do mandato exige maior ou menor dedicação, com avaliação a cada 4 anos.

Na minha vida pessoal tive vocação pela administração pública e isso nasceu faz muito tempo atrás, mais de 25 anos! Receber a oportunidade de contribuir mais é ter a coragem de assumir responsabilidades que nos tira de uma zona de conforto, para um trabalho desafiador que me orgulha e me honra muito, mesmo sabendo dos riscos!

Assim, esta nova condição de vereador licenciado, não representa demérito das atividades de vereança, pois além da previsão explícita em lei, é a certeza que diante dos meus pares na Câmara Municipal terei o compromisso específico de corresponder positivamente com as expectativas de eficiência com as obrigações do SAAE no município de Casimiro de Abreu.

Eliezer Crispim, Administrador e vereador

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

CASIMIRO NO ÍNDICE FIRJAN DE GESTÃO FISCAL (IFGF)


O Sistema FIRJAN desenvolveu o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF), para contribuir com a eficiência fiscal dos municípios brasileiro. O índice é uma ferramenta de controle social que tem como objetivo estimular a cultura da responsabilidade administrativa, possibilitando maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios, bem como o aperfeiçoamento das decisões dos gestores públicos quanto à alocação dos recursos.

Lançado em 2012, o IFGF traz o debate sobre um tema de grande importância para o país: a forma como os tributos pagos pela sociedade são administrados pelas prefeituras. O índice é construído a partir dos resultados fiscais das próprias prefeituras composto por cinco indicadores – Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida – informações de declaração obrigatória e disponibilizadas anualmente pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Com base nesses dados oficiais, o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal 2013 – ano de referência 2011 – avaliou a situação fiscal de 5.164 municípios.

Metodologia: O IFGF tem uma leitura dos resultados bastante simples: a pontuação varia entre 0 e 1, sendo que, quanto mais próximo de 1, melhor a gestão fiscal do município no ano em observação. Os conceitos se dividem da seguinte forma:


DESEMPENHO DE CASIMIRO DE ABREU


No último estudo o município de Casimiro de Abreu (2011) figurou com Conceito B no IFGF, obtendo 0,6263 pontos. Esta pontuação nos coloca em 35º no ranking estadual e 1503º do ranking nacional. A pontuação obtida reflete o posicionamento de 32,2º % dos municípios brasileiros, posicionados acima da média nacional (0,5295 pontos).



No desempenho pontual, Casimiro sofre com a estagnação na evolução da Receita Própria com 0,1958 pontos, tendo Conceito D, mantendo-se assim nos últimos 6 anos, exceto o ano de 2009 que o Conceito foi melhor, C. Esse déficit de evolução das Receitas Próprias reflete a dependência econômica de mais de 83,8% dos municípios brasileiros em relação a União, pois o governo federal abocanha muito e distribui a mero interesse de Brasília.

Na análise vimos a questão dos Investimentos obter o  Conceito C, obtendo 0,5470 pontos, obtendo a 20º no ranking estadual e a 1805º  no ranking nacional. Importante destacar nos Investimentos dos anos de 2010 e 2011, pois ampliaram em mais de 60% os realizados nos anos de 2007, 2008 e 2009, demonstrando uma boa recuperação que nos proporcionou ascende a média nacional que ficou pouco acima da nossa, com 0,5580 pontos.


O quesito Gasto com Pessoal ficou numa posição muito confortável com Conceito A, tendo 0,8875 pontos. Com esta pontuação nosso desempenho foi 4º no ranking estadual e 132º no ranking nacional, nos colocando no seleto grupo dos 10,3% dos municípios brasileiro com esta pontuação.

Ao findar, nota-se que no conjunto que elaborou o índice o principal foco a ser atacado e melhorar o desempenho das Receitas Próprias para trazer mais musculatura na eficiência da Gestão Fiscal.


Eliezer Crispim – Administrador - Vereador 

Fonte: http://www.firjan.org.br/ifgf/consulta-ao-indice/

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

TRANSPARÊNCIA DO NOSSO TRABALHO

Veja no link de nosso Blogue na barra superior a opção TRABALHO/INDICAÇÃO/PL e veja INDICAÇÃO ou PROJETO DE LEI. Lá colocamos e estaremos atualizado nossos trabalhos, Indicações e Projetos de Leis apresentados na Câmara Municipal neste mandato. Os arquivos estão disponíveis para baixar. Observem que disponibilizamos também, em link ao lado, as Leis Municipais, Decretos, etc, como ferramenta de consulta.

Eliezer Crispim, Administrador e Vereador.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

HOSPITAL NOGUEIRA DE SOUZA, 50 ANOS DE HISTÓRIA!





Recentemente o prédio do extinto Hospital Nogueira de Souza de Casimiro de Abreu foi reformado e redimensionando para funcionamento da Sede da Secretaria Municipal de Saúde. O local nos remete a memoráveis conquistas dos Casimirenses e lutas que marcaram quase 50 anos de crescimento da saúde pública em nosso município.


O Nogueira de Souza foi municipalizado em 1996 e desativado em 2007. Pesquisando, descobrimos que desde 1961 já existia grande parte do prédio. Na época o Tenente reformado do Exercito Brasileiro, João dos Santos Pessoa havia sido um dos precursores para coordenar as obras do prédio inicial, no meado dos anos 50, através da Associação Beneficente Nogueira de Souza, que recebeu esse nome devido à vontade em vida do seu patrono, Nogueira de Souza, morador de Barra de São João que deixou o terreno e algum dinheiro, para que ali fosse instalada uma entidade para benefício da comunidade Cabreuense, pois assim éramos chamados à época.

A decisão pela construção de um ambulatório médico, que poucos anos depois veio ser o Hospital Nogueira de Souza, além da vontade do Tenente João dos Santos Pessoa, certamente foi influenciada pelo Farmacêutico de tradicional família de Casimiro de Abreu, Sr. Nilton Macabú, pai do nosso amigo Toney Macabú, proprietário das drogarias Macabú.